Diretor e chargista do Charlie Hebdo, Charb está entre as vítimas do atentado em Paris

charb

Última charge de cartunista francês morto citava possibilidade de atentado

Charbonnier, ou Charb, seu nome artístico, foi uma das 12 vítimas do ataque. Ao todo dez funcionários da revista foram mortos, além de dois policiais.

Em 2011, a revista já havia sido alvo de um ataque. Na época, Charb disse: “Isso me mostra que estamos certos em publicar a revista, em desafiar os (extremistas) islâmicos e dificultar a vida deles assim como eles dificultam a nossa. Isto (referindo-se ao atentado) é o ato de extremistas idiotas, certamente não de todos os muçulmanos que moram na França. É um ataque contra a liberdade.”

Figuras da política e da religião eram os protagonistas da maioria das capas do semanário de humor “Charlie Hebdo”. Não apenas Maomé, mas também Jesus Cristo, os papas Francisco e Bento XVI, cardeais do Vaticano, ativistas do Fêmen e o presidente francês François Hollande foram retratados de forma cômica na primeira página.

Nesta quarta-feira (7), terroristas fizeram um atentado contra a redação que matou 12 pessoas, entre elas quatro cartunistas da publicação famosos na França e também fora do país. Segundo relatos, eles teriam gritado “vingamos o profeta”, o que pode significar que o ato foi motivado pelas sátiras do semanário com a figura do profeta islâmico Maomé.( Fonte G1)

Cabu_20080318_Salon_du_livre_2-681x1024

Paris,França – No ataque contra o Charlie Hebdo, o diretor e chargista Charb (Stephane Charbonnier) e o desenhista Cabu (FOTO) estão entre as vítimas, informam fontes. O advogado do jornal Charlie Hebdo confirmou que, entre as vítimas do ataque, estão o diretor e chargista Charb e outros três desenhistas da publicação: Georgers Wolinski, Cabu (Jean Cabut) (FOTO) e Tignous (Bernard Verlhac)

Tignous_-_O_tour_de_la_Bulle_-_2010_-_Montpellier_-_P1490267-768x1024

Tignous (Bernard Verlhac)

 

Thesupermat_Salon_du_livre_de_Paris_2011_-_Georges_Wolinski_-_007-682x1024

Wolinsky

Ji_Elle_Charb1

O advogado do jornal Charlie Hebdo confirmou que, entre as vítimas do ataque, estão o diretor e chargista Charb e outros três desenhistas da publicação: Georgers Wolinski, Cabu (Jean Cabut) e Tignous (Bernard Verlhac) (fotos).

Coyau_2011-11-02_Incendie_à_Charlie_Hebdo_-_Charb_-_06-682x1024

 

No ataque contra o Charlie Hebdo, o diretor e chargista Charb (Stephane Charbonnier) está entre as vítimas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *